Contactos

Braghini Equipamentos Industriais Ltda

  • Pessoa de contato: Osmar Braghini
  • Telefone: +55 (19) 3382-90-74
  • Endereço postal: Av. Cássio Paschoal Padovani, 1216, Piracicaba, São Paulo, 13420-360, Brasil

Renovações do site

**Reciclagem dos Resíduos Sólidos de Rochas Ornamentais**

**Reciclagem dos Resíduos Sólidos de Rochas Ornamentais**
Reciclar é a palavra de ordem nos dias de hoje, fazer isto com sustentabilidade e consciência ecológica e o grande desafio dos empresários e empreendedores modernos, o que fazer? como descartar os resíduos? será que é possível contornar o problema e torná-lo menos agressivo ao meio ambiente? é possível obter lucro desta situação? São perguntas que nem todo mundo se faz na hora de se deparar com estas situações. Quem pensa em sustentabilidade, pensa na preservação da humanidade.

08/02/12 20:00

A indústria das rochas ornamentais gera uma enorme quantidade de efluentes, perfazendo cerca de 200.000 toneladas de resíduo sólido por ano.
No Estado do Espírito Santo, que tem cerca de 600 empresas, o consumo médio por empresa é da ordem de 10.000 l/dia. Os rejeitos em sua grande maioria são descartados em lagoas de decantação e aterros. Neste trabalho coletou-se material do efluente sólido da indústria do mármore e do granito oriundo de uma serraria da cidade de Cachoeiro do Itapemirim, Estado do
Espírito Santo e caracterizou-se este resíduo quanto à composição química, mineralógica, propriedades físicas, ensaio de sinterização e teste de compressão pontual.
Os resultados dos índices físicos e da resistência do material sinterizados foram comparados com o granito comercial denominado na indústria como “granito rosa bavena”, da região do Município de Castelo, Espírito Santo.
As análises permitiram concluir que o rejeito pode ser fonte para material cerâmico, com possibilidade de se optar por uma maior ou menor resistência.

O que fazer Os rejeitos industriais, um dos tipos de resíduos sólidos (Philippi Jr, 1999), são atualmente motivos de preocupação de ambientalistas, políticos e da sociedade. Assim novas leis são elaboradas e aperfeiçoadas, como o Projeto de Lei 121/2003 que “Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos, seus princípios, objetivos e instrumentos, e estabelece diretrizes e normas de ordem pública e interesse social para o gerenciamento dos diferentes tipos de resíduos sólidos”. A utilização destes materiais para a obtenção de um produto apresenta, dentre outras, a vantagem de diminuir a quantidade de rejeito a ser descartada na natureza, além de agregar valor a um resíduo indesejável, e possibilita também gerar novos empregos.
O setor das rochas ornamentais é uma das atividades industriais que mais tem crescido nas três últimas décadas no Brasil e conseqüentemente têm aumentado à quantidade de rejeitos, que são produzidos às toneladas. Na figura 1 pode-se visualizar uma área de disposição de rejeito.

Estes materiais não devem ser descartados em rios ou lagoas devido ao impacto ambiental que podem acarretar. Na figura 2, observa-se um rio com a sua margem assoreada por rejeito. Dessa forma, constata-se a importância de que o descarte desses materiais deva ocorrer em sítios previamente avaliados ou devam ser reciclados.

Materia publicada por:
Anuário do Instituto de Geociências – UFRJ
ISSN 0101-9759 – Vol. 28 -2 / 2005 p. 139-151